Escolha uma Página

Alguma vez você parou para observar a natureza? Com exceção de São Paulo – onde temos as quatro estações do ano em um único dia – temos os meses divididos perfeitamente em outono, inverno, primavera e verão. Em alguns lugares as mudanças climáticas são sentidas mais claramente, mas se observarmos bem, o clima muda de acordo com cada estação, esteja onde estiver. Há época de florescer, de perder as folhas e de frutificar… E, por falar em frutificar, as frutas, por exemplo, só dão em determinada época. Claro que o homem interfere, e agora temos muitas variedades de frutas em todas as épocas do ano, mas é na época específica que ela fica mais doce e muito mais saborosa. E é assim, porque a natureza, apesar da intervenção humana, ainda consegue se manter segundo a ordem natural da vida.

Nós seres humanos, ao contrário, não sabemos respeitar o tempo das coisas e, muitos de nós desconhecem o seu próprio tempo, numa ignorância total a respeito de si mesmo. Surreal, não? Volte para si mesmo e procure perceber o seu próprio tempo. Não atropele a si próprio, não faça isso com você. Não vale a pena mutilar-se desta maneira.

Seja inverno, hiberne quando sentir necessidade. Lembre-se que há tempo de arvorecer, tempo de florescer e tempo de deixar ir… de se livrar do que nos incomoda, assim como as árvores que perdem as folhas para se renovar. Só cresce quem renova, já dizia a propaganda de uma grande estatal na década de 80. Há o tempo de agir e o tempo de esperar. O tempo de lutar e o de observar… Há o tempo de colheita, mas há também o tempo de plantar… Nem todos os dias são verão, haverá dias sombrios, cinzentos e você terá que passar por eles. É assim que funciona a vida.

Há dias e até semanas em que tudo parece dar errado, não é mesmo? Por mais que você faça as coisas não acontecem, não fluem, não saem do lugar, isso quando não andam mesmo pra trás. Parece que tudo emperra e nada dá certo! É justamente nestes momentos que precisamos reavaliar a rota e tentar perceber o que podemos estar fazendo errado. É o momento de reflexão, de reavaliação. E é daí onde tiramos as maiores lições da vida. É o tempo de aprendizagem…

Lembrando que em qualquer estação que esteja atravessando, sempre haverão as tempestades, até mesmo no verão… Não permita que elas te desalinhem… É tempo de se fortalecer.

Sei que o texto hoje está um tanto ou quanto piegas, é que não sei em qual o momento que você está passando, a situação que está enfrentando. Talvez até você esteja bem, mas outra pessoa que leia este post não esteja. Estamos ultrapassando um tempo muito difícil e está afetando a vida de muitas pessoas, seja emocionalmente, seja financeiramente, de todo modo, tudo isso vai passar!

Namastê!

%d blogueiros gostam disto: